Entre em contato conosco

Home » Blog

Blog

5 regras do pós-operatório em uma mamoplastia

O pós-operatório de uma mamoplastia é tão importante quanto a cirurgia para que os resultados sejam satisfatórios. Neste sentido, a paciente detém grande parcela de responsabilidade durante o período de recuperação e cicatrização das mamas. É preciso respeitar alguns limites que o corpo exige e seguir à risca as orientações do cirurgião plástico.


As 5 regras fundamentais após uma mamoplastia

1) A movimentação deve ser restrita especialmente durante o primeiro mês de pós-operatório. Os movimentos devem ser lentos, suaves e respeitar os limites recomendados pelo médico;

2) É fundamental usar corretamente o sutiã cirúrgico nos 60 dias que se seguem da operação;

3) São recomendadas sessões de drenagem linfática, a fim de auxiliar na eliminação de líquidos do organismo e diminuir os edemas. A drenagem auxilia no controle da dor e aproxima o paciente da equipe ainda mais, gerando mais segurança ao processo.

4) Durante os primeiros dias, é obrigatório dormir de barriga pra cima, evitando que o peso das mamas ao virar de lado prejudique o processo de cicatrização;

5) É fundamental repousar, não carregar peso e não realizar exercícios físicos intensos durante o período em que o cirurgião plástico determinar, podendo variar de acordo com a individualidade do caso.

 

O pós-operatório é doloroso?

Na maioria das cirurgias mamárias, o pós-operatório é considerado muito tranquilo. Quando há algum desconforto, existem recursos dos mais variados para atenuar ou mesmo eliminar a dor. O que as pacientes relatam ser mais desconfortável após a cirurgia é a limitação na movimentação dos braços e as posições ao dormir, fatores pontuais que influenciam apenas durante as primeiras semanas.

É importante ressaltar que o pós-operatório é diferente para cada paciente e o conforto durante este período pode depender das técnicas cirúrgicas empregadas e do grau de sensibilidade de cada pessoa.

 

O que é preciso fazer para otimizar o processo de cicatrização?

Primeiramente, é fundamental manter uma alimentação balanceada durante o pós-operatório, a fim de fornecer todos os nutrientes necessários à cicatrização dos tecidos. É importante abandonar o cigarro por um período determinado pelo médico, antes e após a cirurgia, já que o fumo pode piorar a oxigenação do sangue e prejudicar o processo de cicatrização. Os curativos devem ser feitos com a frequência e da forma como o cirurgião indicar, para que a cicatriz mantenha-se sempre limpa e protegida.

 

Outras orientações:

  • As atividades físicas só podem ser iniciadas após a liberação médica, mesmo quando há ausência de dor. O mesmo deve ser feito com a direção, já que, além do esforço de dirigir, existe o risco potencial de se envolver em algum pequeno acidente automobilístico estando em uma fase precoce de pós-operatório.
  • A exposição ao sol deve ser respeitada também de acordo com a recomendação do cirurgião, evitando o escurecimento das cicatrizes.
  • É importante aplicar nas cicatrizes apenas os produtos indicados pelo cirurgião, pois é ele quem sabe o que será mais benéfico no seu caso.

 

 

Dr. Guilherme Ribeiro

cirurgião plástico que se dedica à cirurgia plástica há mais de 15 anos, em uma trajetória pautada pela ética, excelência técnica e constante atualização.