Entre em contato conosco

Home » Blog

Blog

Cirurgias combinadas – Conheça as vantagens e desvantagens

A realização de mais de uma cirurgia de uma só vez parece, a princípio, muito vantajosa. Em termos financeiros vale sim mais a pena realizar cirurgias combinadas em vez de optar pelas mesmas operações separadas ou isoladas. No entanto, não se deve fundamentar esta decisão por bases financeiras deixando de lado a segurança.

Para início de conversa, não se deve realizar uma segunda cirurgia associada só por estar se submetendo a uma primeira, se o desejo de fazê-la ou se a indicação cirúrgica não for adequada. Em segundo lugar, os exames pré-operatórios devem mostrar condições ideais para a associação de cirurgias, especialmente na estratificação de risco para trombose.

O número de procedimentos que podem ser combinados é relativo, sendo que a duração total da cirurgia é o fator mais importante. Isso porque à medida que as cirurgias vão se alongando no tempo os riscos vão aumentando em paralelo. O pós-operatório de cirurgias combinadas se torna também um pouco mais limitante em termos de desconforto e restrições de movimentos, mais um motivo para evitar cirurgias demasiadamente longas e extensas.

Assim, por mais que seja benéfico – financeiramente e em termos de aproveitamento de tempo no pós-operatório – associar cirurgias, esta decisão merece um cuidado especial.

Dr. Guilherme Ribeiro

cirurgião plástico que se dedica à cirurgia plástica há mais de 15 anos, em uma trajetória pautada pela ética, excelência técnica e constante atualização.