Entre em contato conosco

Home » Blog

Blog

Como as mamas ficarão logo após a mastopexia?

A Mastopexia, também conhecida como Lifting de mama, é a cirurgia responsável pelo “levantamento” das mamas com ptose (queda).

 

Para quem a cirurgia é indicada?

A principal indicação da mastopexia é a retirada de pele e o reposicionamento das mamas flácidas, que são geralmente consequência do processo de envelhecimento, que faz com que a mama, com o passar dos anos, sofra mudanças estruturais, como a diminuição da sua consistência e densidade, e o aumento considerável da flacidez na região.

É importante dizer que, além do envelhecimento cutâneo, fatores como o ganho de peso, gestações, o crescimento abrupto e a tendência genética também podem influenciar para a ptose das mamas. Assim, a cirurgia pode ser feita tanto por pacientes maduras, como jovens mulheres.

 

Como é feita a cirurgia?

Assim como na cirurgia de redução mamária, a Mastopexia pode ser feita com anestesia local e sedação, peridural ou geral, dependendo da escolha do cirurgião em conjunto com o paciente. O procedimento cirúrgico é realizado em ambiente hospitalar com toda infra estrutura e segurança.

A incisão de pele é feita, normalmente, ao redor da aréola e nos vetores vertical e horizontal das mamas. Após ser retirado o excesso de pele, os tecidos da mama são reposicionados para sutura. Em determinados casos, quando a mama natural não possui tecido suficiente para ser reconstruída harmonicamente, indicamos a associação da mamoplastia de aumento, com a colocação da prótese de silicone. Tudo é conversado e esclarecido com a paciente antes da cirurgia.

Ao final da cirurgia são feitos os curativos especiais, que visam estabilizar as mamas durante a primeira semana de pós-operatório. Todas as pacientes devem sair de uma mamoplastia, – seja ela redutora, mastopexia ou de aumento – com um sutiã especial pós-cirúrgico.

 

Como ficarão as mamas, em relação ao tamanho e consistência, logo após a cirurgia?

É muito importante esclarecer para todas as pacientes que irão realizar uma mamoplastia, seja de aumento (colocação de próteses de silicone) ou um lifting de mamas (mastopexia), que o efeito das mamas logo após a cirurgia não representa o resultado final do procedimento.

O pós imediato da mamoplastia apresenta inchaço considerável e uma importante assimetria, com o aspecto de seios mais “altos” e irregulares. Mas não é preciso se desesperar! Durante os 6 meses de recuperação as mamas vão, aos poucos, diminuindo de tamanho e se acomodando ao seu lugar definitivo – um movimento chamado báscula mamária -, que promove mais naturalidade e harmonia.

 

Dr. Guilherme Ribeiro

cirurgião plástico que se dedica à cirurgia plástica há mais de 15 anos, em uma trajetória pautada pela ética, excelência técnica e constante atualização.