Entre em contato conosco

Home » Blog

Blog

Especial Outubro Rosa | As próteses de silicone interferem na Mamografia?

Você sabia que o câncer de mama é o segundo câncer mais comum entre as mulheres no mundo inteiro? E é por este motivo que a Campanha Outubro Rosa se torna cada vez mais importante. Este movimento internacional visa a conscientização da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama, chamando a atenção de toda a população para a necessidade da consulta regular com o médico, da realização da mamografia ou do ultrassom anual e do autoexame frequente nas mamas.

 

Os primeiros sinais do Câncer de Mama

Além do surgimento de nódulos indolores nos seios, também é importante notar sinais como a presença de líquidos e sangue nos mamilos, vermelhidão, inchaço e dor na pele da mama, o surgimento de áreas aprofundadas (sulco) em uma parte da mama, alterações na aréola, surgimento de crostas ou feridas na pele do mamilo, coceira frequente na região e o endurecimento da pele da mama, que pode se tornar semelhante à uma casca de laranja. Ao observar algumas destas alterações, é importante buscar a orientação médica.

 

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da doença é feito em diversas etapas:

 

  1. Primeiramente, pode ser encontrado um nódulo ou algum outro sinal do tumor no autoexame ou no exame de rotina em consultório. É possível também observar alguma alteração nas mamografias rotineiras, quando a mulher já tem indicações para realizar o exame com regularidade;
  2. Após encontrado algum sinal, o médico possivelmente solicitará outros exames de imagem, como a ressonância magnética e a ecografia;
  3. Por fim, é necessário realizar uma biópsia do tecido coletado da mama para avaliar se, de fato, se trata de uma lesão maligna e, em caso positivo, para traçar o plano de tratamento.

Prótese de silicone X Câncer de Mama

 

Isso é um mito. Deve ser esclarecido que não há evidência científica que comprove ou indique uma associação causal entre os implantes mamários de silicone e o risco de desenvolvimento subseqüente do câncer. 


Além disso, atualmente, os implantes NÃO prejudicam mais a detecção dos nódulos, já que os equipamentos de mamografia e ultrassom são extremamente modernos e o treinamento dos profissionais que realizam esses exames são avançados, proporcionando a precisão nos resultados, independente de ter ou não uma prótese.

Dr. Guilherme Ribeiro

cirurgião plástico que se dedica à cirurgia plástica há mais de 15 anos, em uma trajetória pautada pela ética, excelência técnica e constante atualização.