Entre em contato conosco

Home » Blog

Blog

Mamoplastia redutora – Existe limite para a redução?

Mulheres que sofreram com mamas grandes e pesadas durante toda a vida tendem a chegar aos consultórios dos cirurgiões plásticos decididas a reduzir as mamas ao máximo. Para muitas delas, qualquer mínimo volume residual parece muito à primeira vista.

Entretanto, quando o assunto é mamoplastia redutora é preciso muita cautela para tomar essa decisão, especialmente porque existe sim limite para a redução das mamas. Esse limite se refere à quantidade de tecido removido e ao consequente dano à vascularização local no ato cirúrgico, o que aumenta consideravelmente a incidência de necrose tecidual, uma das mais temidas complicações das cirurgias de mama.

Em casos extremos onde é necessária uma remoção muito extensa, pode ser mais seguro realizar a cirurgia em mais de uma etapa. No primeiro procedimento fazemos a remoção da maior parte do tecido mamário e após a plena recuperação, uma segunda cirurgia é realizada para lapidar esta redução e refinar o tamanho e formato da nova mama.

Em todo caso, o importante é encontrar um profissional de confiança e discutir abertamente seus desejos, medos e anseios.

Dr. Guilherme Ribeiro

cirurgião plástico que se dedica à cirurgia plástica há mais de 15 anos, em uma trajetória pautada pela ética, excelência técnica e constante atualização.