Entre em contato conosco

Home » Blog

Blog

Mastopexia – Conheça os tipos de cicatrizes

As mastopexias são as cirurgias de mama que tem como finalidade principal o reposicionamento das mamas para uma posição mais alta, podendo ser usada em alguns casos uma prótese de silicone quando o volume da nova mama se mostrar insatisfatório ou com consistência pobre.

As cicatrizes deste grupamento de cirurgias variam de acordo com o nível de queda da mama e com o nível de flacidez dos tecidos. O objetivo será sempre o de se fazer a menor cicatriz possível, mas desde que o corpo as permita, pois poupar uma cicatriz necessária compromete a forma da nova mama e seu adequado levantamento.

Como estas cirurgias envolvem a ascensão da aréola, uma incisão comum a todas é a cicatriz periareolar, circular ao redor da aréola. É através dela que a aréola e o mamilo são reposicionados, daí sua importância e necessidade. Em casos de mínima flacidez esta cicatriz pode ser suficiente para um resultado satisfatório. Em casos de flacidez moderada impõe-se o acréscimo de uma segunda cicatriz vertical que se estende da aréola até o sulco da mama, responsável pelo estreitamento da nova mama e pelo cintamento da mesma para começar a definir melhor o colo mamário. À medida que a flacidez aumenta aparece a incisão no sulco mamário, podendo ser desde um prolongamento lateral (mamoplastia em l) a uma cicatriz completa em extensão variável (mamoplastia em t).

A cicatriz varia de pessoa para pessoa e pode variar de uma mama para outra. Somente uma consulta com o cirurgião plástico poderá te responder qual a mais indicada para o seu caso.

Dr. Guilherme Ribeiro

cirurgião plástico que se dedica à cirurgia plástica há mais de 15 anos, em uma trajetória pautada pela ética, excelência técnica e constante atualização.