Entre em contato conosco

Home » Blog

Blog

Prótese pode levantar a mama?

É muito comum o raciocínio de que uma prótese de grande volume é capaz de preencher uma mama vazia e com queda (ptose), evitando a realização de cirurgias maiores com cicatrizes algumas vezes longas, como o T invertido. Seria muito bom se assim fosse, pois teríamos cirurgias menos complexas e cicatrizes menores, com menos riscos de má cicatrização.

As próteses conferem volume, consistência e colo, mas, ao mesmo tempo, apresentam peso variável com seu volume, podendo forçar a nova mama a favor da gravidade. Se seguirmos esse raciocínio de “levantar” a mama com a prótese, o que acontece é o seguinte: a mama com queda não tem sua queda corrigida e continua flácida. Assim, o peso da prótese acaba forçando os tecidos e a descida em bloco é uma questão de tempo. O mais correto é levantar a mama para a posição ideal por meio das técnicas de #mastopexia e aí sim, com a mama na posição correta e sem queda, aumentá-la a fim de conservá-la em seu melhor aspecto pelo maior tempo possível.

Em suma, a prótese nunca deve ser usada para substituir um levantamento cirúrgico em mama ptosada, já que há o risco de queda precoce dos tecidos e até mesmo a perda de resultado da cirurgia realizada.

Dr. Guilherme Ribeiro

cirurgião plástico que se dedica à cirurgia plástica há mais de 15 anos, em uma trajetória pautada pela ética, excelência técnica e constante atualização.