Entre em contato conosco

Home » Blog

Blog

Rompimento de prótese de mama – O que fazer?

Um medo muito comum entre as pessoas que se submetem à mamoplastia é sobre a possibilidade de ruptura do implante e seus riscos decorrentes.

 

De início, é importante salientar que as próteses mais modernas apresentam um envoltório e revestimento muito resistentes, que passam por processos de controle de qualidade super rigorosos ainda na fábrica. Assim, sua ruptura se torna um fato pouco comum, por si só.

 

Aliado a isto, o silicone usado atualmente no interior das próteses é diferente dos silicones empregados no passado. Por ser mais coeso do que o antigo, no caso de uma eventual ruptura ele não se espalha pelo corpo como algumas pessoas imaginam. Desta maneira, na vigência de uma ruptura, o silicone fica coeso e contido pela cápsula que o próprio organismo cria para isolar a prótese, o que confere muita segurança em relação à saúde.

 

Podemos dizer tranquilamente que a chance de uma prótese atual se romper espontaneamente ou com traumas usuais é muito pequena, e, mesmo assim, caso ocorra, não há urgência em se fazer a troca do implante. Em outras palavras, a troca do implante é sim recomendada em caso de ruptura, mas não precisa ser feita de forma atropelada ou corrida. Nesses casos, existe tempo hábil para se programar uma cirurgia eletiva e em condições ideais. Por este motivo o acompanhamento das pacientes com implante mamário se faz necessário.

 

Dr. Guilherme Ribeiro

cirurgião plástico que se dedica à cirurgia plástica há mais de 15 anos, em uma trajetória pautada pela ética, excelência técnica e constante atualização.